Produção Biológica

A Agricultura biológica segue critérios definidos pela Comissão Europeia (Regulamento CE n.º 889 / 2008 da Comissão, de 5 de Setembro de 2008) e consiste na produção de plantas de forma sustentável, respeitando os ciclos de vida e a natureza, com “práticas de cultivo variadas e o uso limitado de fertilizantes e correctivos de baixa solubilidade” (Regulamento CE n.º 889 / 2008 da Comissão, de 5 de Setembro de 2008). A utilização de pesticidas é fortemente restringida devendo as pragas, doenças e infestantes ser minimizadas por recurso a medidas preventivas.

Na agricultura biológica é expressamente proibida a utilização de espécies geneticamente modificadas, optando-se antes por espécies vegetais adaptadas às condições edafoclimáticas locais e por isso mais resistentes a pragas e doenças. Dá-se também especial atenção ao controlo biológico de pragas com a introdução dos predadores adequados que evitam ou consomem certas espécies animais ou vegetais nefastas para a produção, como é o caso das joaninhas, tão importantes no controlo de pragas como os afídeos, também vulgarmente designados por piolhos. Outra prática muito eficiente no controlo de pragas e doenças é o recurso a associações benéficas de espécies vegetais, como é o caso da cebola junto da cenoura com o benefício de repelir uma das pragas, a mosca da cenoura.

Na produção animal biológica não é permitida a produção intensiva, preservando-se os ciclos de vida de cada animal, que cresce ao ar livre e é alimentado exclusivamente com produtos de origem biológica.

Certificação

Todos os produtos que entregamos no seu cabaz são de produção biológica, com o respectivo certificado de conformidade com o Regulamento Europeu da Agricultura Biológica e também o processo de manuseamento e entrega são controlados pela SATIVA PT-BIO-03, um dos organismos de controlo e certificação para a Agricultura Biológica a operar em Portugal, de forma a garantir que desde a origem até à sua casa os produtos fornecidos são de agricultura biológica. Os nossos fornecedores são maioritariamente nacionais, obrigatoriamente controlados por um organismo de controlo e certificação, garantindo assim que todos os produtos fornecidos por estes são de agricultura biológica.

Sempre que possível damos preferência à produção nacional mas, como sabemos, a produção em Portugal é limitada, tanto em quantidade como em diversidade ao longo do ano, pelo que também recorremos a produtos importados para satisfazer às necessidades dos nossos clientes. De modo a minimizar as importações faça as suas escolhas nos produtos da época, pois é uma das formas de garantir o consumo de produtos nacionais!

Todos os produtos importados, frescos ou mercearias são certificados. Poderá sempre ver a sua origem na ficha do produto onde encontra o produtor e a sua nacionalidade.